bannerbotanica

Relação de plantas popularmente tidas como plantas medicinais

  • Abacateiro “Persea persea”: diurética, cálculos renais, fígado, rins, bexiga.
  • Abútua/Cóculos, “Chondodendron platyphyllum”: Cálculos renais, cólicas uterinas, fígado.
  • Açafrão: diminui cólicas em crianças, trata diarréia crônica, provoca sono, aumenta o leite durante a amamentação, alivia a azia. Auxilia a concentração.
  • Açoita-cavalo, “Luhea speciosa”:
  • Agar-agar, “Gelidium corneum”:
  • Agoniada, “Plumeria lancifolia”: Inflamações de útero, ovários e menstruações difíceis.
  • Aipo: diurético, combate a artrose e a artrite, calmante.
  • Alcachofra, “Cynara scolymus”: Diminui o colesterol, digestivo, hepático.
  • Alcaçuz, “Periandra dulcis”: Bronquite, tosse, laringite, rouquidão.
  • Alecrim-do-campo: Tônico, vias respiratórias e banhos relaxantes.
  • Alecrim, “Rosmarinus officinalis”: estimulante, circulatório, tônico capilar e inalação.
  • Alfafa, “Medicago sativa”: Baixa o colesterol, osteoporose, raquitismo, relaxante.
  • Alfavaca, “Ocimum canum”: Rins, prisão de ventre, aftas, bronquite, gripes fortes.
  • Alfazema, “Lavandula angustifolia”: Calmante, asma, gases, rinite, analgésica nas dores.
  • Algodoeiro, “Gossypium erbaceum”: Hemorragia uterina, regras profusas, reumatismo.
  • Alteia, “Althaea officinalis”:
  • Ameixa (folhas): Prisão de ventre, laxativo médico, azia.
  • Amor-do-campo, “Acanthospermum australe”: Afecções das vias urinárias e rins, prostatite.
  • Andiroba: cicatrizante e anti-inflamatório.
  • Angélica, “Archangelica officinalis”: Cólicas, gases, digestiva, nevralgias, enxaquecas.
  • Angico, “Piptadenia colubrina”: Diarreia, desenteria, gripes. Uso externo: Lavagens e gargarejos.
  • Aniz-estrelado, “Illicium verum”: Relaxante, insônia, gases (infantil e adulto).
  • Aperta-ruão, “Piper aduncum”: Mau hálito, fígado, diarréia, hemorragias.
  • Aquileia-mil, “Achillea millefolium”: Folhas: Analgésica, febrifuga, bactericida, menopausa.
  • Arnica-do-brasil “Solidago microglossa”:
  • Arnica, “Arnica montana”: Anti-inflamatória, reumatismo, artrite, artrose, dores.
  • Aroeira, “Schinus terebinthifolius”: Diurética, ciática. Uso externo: Contusões, icterícia.
  • Arruda, “Ruta graveolens”: Amenorréia. Uso externo: Varizes, flebites, abcessos, erisipela.
  • Artemísia, “Artemisia vulgaris”: Nevralgia, cólica menstrual, vermes, circulatória.
  • Assa-peixe, “Vernonia polyanthes”: Expectorante, tosse, resfriados, diurético, cicatrizante.
  • Avenca: Afecções catarrais, bronquite, tosse, laringite.
  • Bálsamo: Incontinência urinária, expectorante. Uso externo: Afecções da pele.
  • Banchá, “Thea sinensis”: Desintoxicante, digestivo, colesterol e emagrecedor.
  • Barbatimão, “Stryphnodendron barbatiman”: Gastrite, úlceras. Uso externo: Cicatrizante, lavagem íntima.
  • Bardana, “Arctium lappa”: Desintoxicante, depurativo, cicatrizante, colesterol.
  • Batata-de-purga, “Exogonium purga”: Laxativo energético, depurativo.
  • Bétula, “Betula alba”: Gota, colesterol, triglicérides, ácido úrico, dores.
  • Boldo, “Peumus boldus”: Hepatoprotetor, fígado, pâncreas, vesícula.
  • Buchinha-do-norte, “Luffa perculata”: Uso externo para inalação contra a sinusite.
  • Bugre/Porangaba: Ácido úrico, gota, depurativo, emagrecedor.
  • Cabreúva: Diabetes, reumatismo, coluna, gota, contusões.
  • Cacto, “Cereus grandiflorus”: Cardiotônico, contra palpitações, síndromes cardíacas.
  • Cajueiro, “Anacardium occidentale”: Diabetes, colesterol, triglicérides, depurativo.
  • Cálamo-aromático, “Acorus calamus”:
  • Calêndula, “Calendula officinalis” (flor): Cicatrizante, calos, verrugas, frieiras, manchas.
  • Cambará “Lantana camara”: Expectorante, balsâmico, tosse e gripes.
  • Cambuí: Anti-hemorrágico, é usado nas vias respiratórias.
  • Camomila, “Matricaria chamomilla”: Relaxante, estomacal, nas cólicas das crianças e enxaqueca.
  • Cana-do-brejo, “Costus spicatus”: Diurético, anti-inflamatório, cistite, próstata.
  • Canela-da-china, “Cinnamomum cassia”:
  • Canela: Estimulante, gripes, resfriados, febres.
  • Cannabis: Efeito antiemético, podendo ser usado no alívio do enjoo e depressão relacionados com o câncer. Analgésico. Reduz significativamente a pressão intraocular e o fluxo lacrimal em pacientes com glaucoma.
  • Capim-cidrão/Erva-cidreira, “Cymbopogon citratus”: Trata insônia, agonia, palpitações.
  • Capim-santo: tranquilizante. Trata dores de cabeça.
  • Capim-rosário: Depurativo das vias urinárias.
  • Carapiá, “Dorstenia multiformis”: Afrodisíaco, irregularidades do fluxo menstrual.
  • Cardamomo: trata infecções nas gengivas e dentes, dores de garganta, congestão pulmonar.
  • Cardo-mariano, “Silybum marianum”:
  • Cardo-santo, “Cnicus benedictus”: Febrífugo, coqueluche, asma, bronquite, estomacal.
  • Carobinha, “Jacaranda caroba”: Deputativa, antialérgica, disenteria, prostatite.
  • Carqueja-amarga: Depurativa, emagrecedora, colesterol, diabetes.
  • Carqueja-doce: Hepatoprotetora, digestiva, diurética, emagrecedora.
  • Carqueja, “Baccharis genistelloides”:
  • Carrapicho: Dores lombares, males da bexiga, rins.
  • Carvalho Casca: depurativo, cicatrizante, Interno e Externo.
  • Casca-d’anta, “Drimys winteri”:
  • Casca-d’anta-abóbora: trata a anemia, fraqueza digestiva, vômitos.
  • Casca-de-imburana: Balsâmica das vias respiratórias, colites.
  • Casca-de-laranja, “Citrus aurantium”: Relaxante, digestiva, aromática.
  • Cáscara-sagrada, “Rhamnus purshiana”: Laxativo, emagrecedora, trata a bílis e baço.
  • Cassaú, “Aristolochia cymbiferas”:
  • Castanha-da-índia, “Aesculus hippocastanum”: Má circulação, flebite, hemorróidas e varizes.
  • Catinga-de-mulata, “Tanacetum vulgare”: Artrite, artrose, gota. Uso Externo: Psoríase, piolhos.
  • Catingueira: Depurativo, afrodisíaco. Uso Externo: Eczema, impingem, erisipela.
  • Catuaba, “Trichilia catigua”: energético, falta de memória, afrodisíaco.
  • Cavalinha, “Equisetum hiemale”: Diurético, ácido úrico, circulação, hipertensão, rins.
  • Cedro: Febres altas, disenterias, fraqueza orgânica. Uso externo: Dores musculares.
  • Centaurea
  • Fel-da-terra: inapetência, estômago, febre alta, hepatite.
  • Centella-asiática, “Hydrocotyle asiatica”: *Celulite, gordura localizada, circulatória, caimbras.
  • Chá-de-bugre, “Cordia salicifolia”:
  • Chá-preto: Estimulante, digestivo, tônico.
  • Chá-verde, “Camelia Sinensis”:
  • Chapéu-de-couro, “Hydrocotyle asiatica”: Depurativo, colesterol, diabetes, gota, ácido úrico.
  • Chapéu-de-napoleão – Aguaí: Semente energética, uso externo comprovado.
  • Mentruz, “Chenopodium ambrosioides” ou *Erva-de-santa-maria, “Dysphania ambrosioides”:
  • Cinco-plantas: Espécies diuréticas.
  • Cipó-azougue, “Apodanthera smilacifolia”: Depurativo, eczemas, feridas, furúnculos, herpes.
  • Cipó-cabeludo, “Echinodorus macrophyllus”: Cistite, nefrite, uretrite, não elimina a albumina.
  • Cipó-caboclo: Orquite, hemorroidas, flebites, erisipela.
  • Cipó-cravo, “Banisteria argyrophylla”: Estomacal, gastrite, azia, gases.
  • Cipó-cruz/Cainca, “Chiococca brachiata”: Reumatismo, diabetes, ácido úrico, inchaço.
  • Cipó-cruzeiro: Reumatismo, artrose, artrite, coluna, tendenite.
  • Cipó-prata, “Mikania hirsutissima”: Areias e cálculos de rins e bexiga, dores.
  • Cipó-suma, “Anchieta salutaris”: Depurativo, furúnculos, acne, eczema, afecções mucosas.
  • Cipreste/Tuia, “Thuya occidentalis”:: Disenteria, corrimento. Uso Externo: Feridas, úlceras, verrugas, calos.
  • Citronela: repelente de insetos.
  • Coentro (grão): Digestivo, gases intestinais, colite.
  • Coentro, “Coriandrum sativum”:
  • Cominho: combate gases, é diurético, provoca menstruação.
  • Jasmim-arábico, “Coffea arabica”:
  • Confrei, “Tynnanthus fasciculatus”:
  • Contas-de-lágrima, “Coix lacryma”:
  • Copaíba: cicatrizante e anti-inflamatória. Combate sinusite, bronquite, inflamações nas vias urinárias e respiratórias.
  • Cordão-de-frade, “Symphytum officinale”: Febre reumática, dores musculares e circulação.
  • Coro-Onha
  • Olho-de-boi: Uso externo. Sementes energéticas para hipertensão.
  • Crataegos “Crataegus oxyacantha”:
  • Cravo-da-índia, “Caryophyllus aromaticus”
  • Cúrcuma: Fígado, vias urinárias, icterícia, bronquite.
  • Damiana, “Turnera diffusa”: Incontinência urinária, impotência, tônico e estimulante.
  • Dente-de-leão, “Taraxacum taraxacum”: Depurativo, desintoxicante, laxante brando.
  • Douradinha, “Palicourea rígida”: Diurética, depurativo, afecções cutâneas, ácido úrico.
  • Éfedra “Ephedra distachya”:
  • Emburana “Torresea cearensis”:
  • Endro/Dill, “Anethum graveolens”: Cólicas, calmante leve, aumenta o leite materno.
  • Equinacea, “Echinacea purpurea”:
  • Erva-baleeira, “Cordia verbenacea”: Reumatismo, artrite, artrose, dores musculares.
  • Erva-cidreira, “Lippia alba” [3]:
  • Erva-de-bicho, “Polygonum hydropiper”: Tratamento de hemorróidas e úlceras, varizes, uso interno/externo.
  • Erva-doce, “Pimpinella anisum”: Gases intestinais, cólicas, estimulante.
  • Erva-passarinho, “Struthanthus marginatus”: Moléstias pulmonares. Uso Externo: Eczemas, sarna.
  • Erva-santa-maria: Vermífuga, parasitas intestinais, laxativo.
  • Erva-são-joão/Mentrasto: Mentrasto: Antidepressivo, males da menopausa, dores musculares, colites e cólica menstrual.
  • Erva-tostão/pega-pinto, “Boerhaavia hirsuta”: – Pega Pinto: Afecções urinárias, fígado e baço.
  • Mate verde/Mate, “Ilex paraguariensis (torrado)”: Tônico cerebral, estimulante, digestivo, diurético.
  • Escamonéia “Convolvulus scammonia”:
  • Espinheira-santa “Maytenus ilicifolia”: Gastrite, úlcera, calmante das paredes estomacais.
  • Estigma de milho, “Zea mays”: Hidratante dos rins e cólica renal.
  • Estragão: cólicas menstruais e infantis, repelente, lavagem de ferimentos.
  • Eucalipto, “Eucalipytus globulos”: Desinfetante das vias respiratórias e balsâmico.
  • Fedegoso, “Cassia occidentalis”: Laxante, depurativo. Uso Externo: Afecções da pele.
  • Fel-da-terra, “Erythraea centaurium”:
  • Feno-grego, “Trigonella foenum”: Diabetes, digestivo, laxante brando.
  • Fitolaca, “Phytolacca decandra”:
  • Flor-de-são-joão: Vitiligo.
  • Frangula, “Rhamnus frangula”:
  • Fuccus, “Fucus vesiculosus”: Disfunções da tireóide, vesícula, obesidade.
  • Funcho, “Foeniculum foeniculum”: Gases, digestivo e relaxante.
  • Garra-do-diabo, “Harpagophytum procumbenss”: Reumatismo sangüíneo, esporão, gota, desintoxicante.
  • Genciana: Fraqueza orgânica, anemia, tônico estimulante de apetite.
  • Gengibre, “Zingiber zingiber”: Asma, bronquite, rouquidão, colesterol.
  • Gervão, “Stachytarphetta dichotoma”: Tônico estomacal, fígado, pâncreas, depurativo.
  • Ginkgo biloba, “Ginkgo biloba L.”: Atua nos radicais livres. Oxigenação cerebral.
  • Pfaffia, “Pffafia iresinoides”/”Pffafia paniculata”: Energético, colesterol, diabetes.
  • Goiabeira: Combate a diarreia e afecções da garganta.
  • Graviola “Anona muricata”: Diabetes, colesterol, emagrecimento.
  • Grindelia “Grindelia camporum”:
  • Guaçatonga “Casearia sylvestris”: Gastrite, úlcera, depurativo, cicatrizante, herpes.
  • Guaco, “Mikania glomerata”: Expectorante, tosse, bronquite e resfriados.
  • Guaraná, “Paullinia Cupana”: Estimulante físico e mental.
  • Guiné, “Petiveria aliacea”:
  • Hamamelis, “Hamamelis virginiana”: Favorece a circulação, varizes, trombose, hemorroidas.
  • Hibiscus, “Hibiscus sabdariffa” (Rosela): Antifebril, digestivo, relaxante, obesidade.
  • Hipérico: Antidepressivo.
  • Hortelã, “Mentha piperita”: Espasmos, náuseas, azia, relaxante, dispepsia nervosa.
  • Imburama (sementes): tônico, gastrite, tosse, expectorante, asma.
  • Ipê Roxo/Pau-d’arco, “Tabebuia avellanedae”: Arteriosclerose, fortifica o sangue, úlceras.
  • Ipecacuanha, “Evea Ipecacuanha”: Disenteria, catarros do pulmão, bexiga, garganta.
  • Jaborandi, “Pilocarpus microphyllus”:
  • Jambolão, “Syzygium jambolana”: Eficaz no tratamento do diabetes.
  • Japecanga: Depurativo, diurético, sífilis, reumatismo.
  • Jarrinha: Nevralgias, dores musculares e artríticas, estimulante.
  • Jasmim Chinês, “Jasminum pubescens”:
  • Jasmim (Flor): Relaxante, digestivo, insônia.
  • Jasmim (Folhas): Digestivo, alcoolismo, cardiotônico, circulatório.
  • Jatobá, “Hymenaea stilbocarpa”: Balsâmico, bronquite, laringite, orquite.
  • Jequitibá, “Cariniana brasiliensis”: Uso externo: gargarejos, aftas, anjina, amigdalites.
  • João-da-costa, “Echites peltata”: calores da menopausa, trata o útero e ovários.
  • Juá: saponáceo natural, anticaspa uso externo.
  • Jurema Preta, “Acácia jurema”: uso externo: feridas, cancros, úlceras, erisipelas.
  • Jurubeba, “Solanum paniculatum”: hepatoprotetor, vesícula, pâncreas, baço, intestinos.
  • Kumell: Diurético, cólicas, estomacal.
  • Laranjeira, “Citrus aurantium”:
  • Lavanda: calmante e analgésica; combate asma, gases, rinite.
  • Mastruço, “Lepidium sativum”:
  • Levante, “Mentha Silvestris”: Febres, congestão nasal, expectorante.
  • Limão Bravo: Friagem, tosse, bronquite, resfriados.
  • Linhaça, “Linum usitatissimum” (semente): Laxante brando, gases intestinais.
  • Lobelia: Desinfetante das vias respiratórias, tabagismo.
  • Losna, “Artemisia absinthium”: Falta de apetite, diabetes, fígado, pâncreas, bílis, mau hálito.
  • Lótus: Emoliente catarral, antitossígeno, rinite, laringite.
  • Louro, “Laurus nobilis”: Amenorréia, nevralgia, cólicas estomacais e menstruais.
  • Lúpulo, “Humulus lupulo”: Calmante, insônia crônica.
  • Maçã: Digestivo, relaxante, debilidade estomacal.
  • Macela, “Achyrocline satureoides”: Antidiarréica, fígado, pâncreas, colite, vesícula.
  • Malva Branca: Gengivite, garganta, abcessos e desinfetantes.
  • Malva, “Sida Cordifolia”:
  • Mama Cadela, “Brosimum gaudichaudii”:
  • Mamica de Cadela, “Zanthoxylum subserratum”: Dores de dente e ouvido. Uso interno e externo vitiligo.
  • Manacá, “Brunfelsia hopeana”:
  • Mandacaru, “Cereus eruvianus”:
  • Mangerona “Origanum majorana”:
  • Manjericão “Ocimum basilicum”: Anti-inflamatório, garganta, tosse, digestivo.
  • Manjerona: combate insônia, gripes, resfriados, gases e cólicas menstruais.
  • Maracujá “Passiflora alata / Passiflora edulis”: Calmante, sedativo leve, insônia, alcoolismo.
  • Marapuama “Croton moritibensis”: Tônico nervino, afrodisíaco, impotência sexual.
  • Melão-de-são-caetano “Momordica charantia”: Regulariza o fluxo menstrual. Uso externo: piolhos.
  • Melissa/Erva cidreira “Melissa officinalis”: Cardiotônica, calmante, gastrite crônica.
  • Menta: Digestivo, espasmos, cálculos biliares.
  • Mentruz/Mastruço: Fortalecedor pulmonar, gastrite, cicatrizante.
  • Milhomens: Afecções das vias urinárias, prostatite, diurético.
  • Mirra “Commiphora molmol”:
  • Muirapuama “Apuleira molaris”:
  • Mulungu “Erythrina mulungu”: Sedativo, insônia crônica, alcoolismo, asma.
  • Muña: analgésica, anti-séptica, broncodilatadora, expectorante, silencia a tosse. Laxante. Regula a menstruação.
  • Mutamba: Afecções do couro cabeludo e queda de cabelo. Uso externo.
  • Nó de Cachorro “Heteropteris aphrodisiaca”: Estimulante geral e afrodisíaco.
  • Nogueira “Juglans regia”: Trata útero, bexiga, inflamação dos ovários.
  • Noz-de-cola “Cola acuminata”: Debilidade física, mental e sexual, estimulante.
  • Noz-moscada “Myristica fragrans”: Estomacal, cólicas, arrotos, soluços, hipertensão.
  • Óleo vermelho “Myrospermum erytroxilon”:
  • Oliveira: Regula os intestinos e pressão arterial.
  • Orégano “Origanum vulgare”: sedativo, combate gases, reumatismo e tosse.
  • Pacová: Vermífugo, trata gastralgia e estômago.
  • Panaceia: Depurativo, afecções de pele, sífilis, diurético.
  • Para Tudo: Reconstituinte digestivo, evacuações sanguinolentas.
  • Parietária “Parietária officinalis”: Cálculos renais e retenção urinária.
  • Pariparoba “Heckeria umbellata”: Fígado, vesícula, baço, gastralgia e azia.
  • Parreira-brava: Males do fígado e digestão, reumatismo e cólicas.
  • Pata-de-vaca “Bauhinia forficata”: Diabetes, depurativa, diurética.
  • Pau-ferro “Caesalpinea ferrea”: Diabetes, diminuindo o volume da urina e sede.
  • Pau-pereira, “Geissospermum laeve“: Digestão difícil, estomacal, prisão de ventre.
  • Pau-tenente – Quássia: Hepaprotetora, oxiúros, diabetes.
  • Pedra-ume-caá “Myrcia sphaerocarpa”: Insulina Vegetal: eficaz no diabetes.
  • Peroba: Trata a epilepsia, histeria, asma, coqueluche.
  • Picão-branco: “Galinsoga parviflora”: cicatrizante, anti-inflamatório.
  • Picão/picão-preto “Bidens pilosus”: Icterícia, hepatite, boca amarga, alergias. Uso interno e externos.
  • Picão-roxo “Ageratum conyzoides”:
  • Pimenta-de-macaco “Xylopia aromatica”: Digestiva, afrodisíaco.
  • Pimentão “Capsicum annuum”:
  • Pindaíba “Xylopia frutescens”:
  • Pitanga “Eugenia uniflora”: Febre, ácido úrico, diabetes, colesterol.
  • Pixuri “Licaria puchury major”: Usado nas paralisias e derrames. Uso externo picada de inseto.
  • Plama cristi: Emoliente do intestino, auxilia no emagrecimento.
  • Poejo “Mentha pulegium”: Expecetorante, gripes, resfriados, tosse crônica e asma.
  • Porangaba “Cordia salicifolia (Chá de bugre)”:
  • Psilium “Plantago ovata”:
  • Pulmonária: Trata pneumonia, tuberculose, enfizema pulmonar.
  • Pulsatila: Corrige o fluxo menstrual, cólicas.
  • Quebra Pedra “Phyllanthus niruri”: Cálculos renais, dores lombares, próstata, cistite.
  • Quina Amarela “Cinchona calisaya”:
  • Quina Quina “Coutaerea hexandra”: Tônico amargo, hepaprotetor, antidiabético. Uso externo: queda de cabelo.
  • Quixaba: Cistos de ovário, inflamações no útero, corimento.
  • Raspa de joá, “Ziziphus joazeiro”:
  • Romã, “Punica granatum” (Casca): Afecções da laringe, faringe, cicatrizante.
  • Rosa-branca, “Rosa Alba L”: Inflamações uterinas, rins. Uso Externo: Banhos.
  • Rosa-rosa/rosa-damascena “Rosa centifolia”:
  • Rosa-rubra “Rosa gallica”: Uso externo. Trata mucosas, olhos, úlceras.
  • Rosela “Hibiscus sabdariffa (Hibiscus)”:
  • Rubi: Ácido úrico, reumatismo, anti-hemorrágico.
  • Ruibarbo “Rheum palmatum”: Vermífugo, laxativo, adstringente.
  • Sabugueiro “Sambucus nigra” (Flor): Febre, resfriados, catapora, sarampo, escarlatina.
  • Sacaca
  • Salgueiro “Salix alba”:
  • Salsaparrilha “Smilax officinalis”: Altamente depurativo, colesterol, ácido úrico, acne.
  • Sálvia “Salvia officinalis”: Tônico mental, digestivo eficaz, males da menopausa.
  • Samambaia: Dores reumáticas, artrite, gripes fortes.
  • Sapé: Retenção urinária, fígado. Uso Externo: Dentição de neném.
  • Sassafrás “Sassafras sassafras”: Depurativo, dores artríticas, inchações.
  • Sene “Cassia acutifolia”: Folhas – Folículos: Laxativo, regulador intestinal, obesidade.
  • Sete Sangrias “Cuphea balsamona”: Depurativo, hipotensor, colesterol.
  • Stévia “Stevia rebaudiana”: Trezentas vezes mais doce que o açúcar, para diabéticos.
  • Sucupira “Bowdichea virgilioides” (sementes): Reumatismo agudo, osteoporose, laringe.
  • Fava de Santo Inácio – *Gengiroba “Strychnos ignatii”: icterícia, hepatite, purgante.
  • Taiuiá (abobrinha-do-mato, cabeça-de-negro) “Cayaponia tayuya”: psoríase, erisipela, interno/externo
  • Tanchagem “Plantago major”: Gargarejos, gengivites, purifica o sangue.
  • Tília “Tilia cordata”: Antidepressivo, espasmódico, calmante.
  • Tomilho “Thymus vulgaris”: Tônico estomacal, desinfetante das vias respiratórias.
  • Umbaúba “Cecropia glaziovii”: Diabetes, bronquite e tosse.
  • Unha-de-gato “Uncharia tomentosa”: depurativa, febres altas, reumatismo, tumores, convalescência.
  • Unha-de-vaca: Diurética, diabetes, depurativa.
  • Urtiga “Urtiga dioica”: Menstruação irregular. Uso Externo: Irritações e corrimentos.
  • Urucum “Bixa orelana”: Anemia, cardiotônica, colesterol. Uso Externo: Bronzeador natural.
  • Uva Ursi
  • Ursina “Arctostaphylos uva-ursi”: Areias de rins, e bexiga, ácido úrico, próstata.
  • Valeriana “Valeriana officinalis”: Calmante, insônia crônica, stress, labirintite.
  • Velame-do-campo “Croton campestris”: Escrofulose, gânglios, eczemas, depurativa.
  • Verbasco “Verbascum thapsus”: Bronquite, catarros crônicos, artrite, e hemorróidas.
  • Verbena “Verbena officinalis”: Hepatoprotetora, enxaqueca, digestiva, relaxante.
  • Zedoária “Curcuma zedoaria”: Gastralgias, estomatites, úlceras, mau hálito.
  • Zimbro “Juniperus communis”: Anti-Séptico das vias urinárias, cálculos renais, febres.

CultivoCultura 2016 ~ Produzido por tr3zetrintaeum